domingo, maio 14, 2017


Hoje venho prestigiar as Mães,todas elas. Quero deixar meu afeto a todas que abraçaram corajosamente a Maternidade, esta missão divina, misteriosa é difícil.

Quero deixar simbolicamente um belo buquê de flores, pelas noites em claro, as infinitas e dedicadas refeições diárias, o zelo das roupas passadas e asseadas. Pelas horas dedicadas às cansativas reuniões da escola, filas de matrícula, médico...Gratidão pela aflição com as contas a pagar, com as despesas constantes.

Obrigada pelos puxões de orelha, os sacolejos, as broncas. Vejo muito bem e com tristeza o destino terrível de muitos que não tiveram esta oportunidade.

Mas, este texto também escrevi pensando na Mãe Santíssima que protege com sua Luz a todos nós. Esta Mãe cuja presença invisível está sempre a cobri-nos com seu Véu de Proteção e Amor.

Peço a está Mãe querida e amada que foi a corajosa mãe de Nosso Mestre, e que se tornou a Mentora de todos nós nos Planos Superiores, que olhe por outras mãezinhas, aquelas que já partiram, mas com certeza levaram consigo o Amor Invencível que desenvolveram por seus filhos. Que estas mãezinhas que agora também não estão mais aqui, sintam-se abraçadas, acarinhadas e confortadas.

E que nossa Saudade seja leve, seja boa, seja a ponte que nos faz lembrar de sermos fortes, honestos, persistentes e dedicados, pois nossas vitórias pessoais são tudo o que estas mães sempre quiseram. Então, presente​s  ou ausentes, vamos prosseguir, tentando ser os melhores filhos que poderíamos ser.

Feliz Dia, Mães, onde estiverem!!

Alex Hudson

Rio Bonito - RJ
Next
This is the most recent post.
Previous
Postagem mais antiga

0 comentários:

Top Mais Lidos

"Projetar Brasília para os políticos que vocês colocaram lá,
foi como criar um lindo vaso de flores
para vocês usarem como pinico.
Hoje eu vejo, tristemente,
que Brasília nunca deveria ter
sido projetada em forma de Avião
e sim de Camburão...”.

A.D.



Tão lindas eram suas MATAS
Tão verdes eram seus montes
Tão límpidas eram suas aguas
Tão pacifico era seu povo
Hoje é apenas um arremedo do que foi ontem
O tal progresso insiste em exterminar tudo o que um dia foi bom, gostaria de lhe preservar aos meus olhos
Sobrou apenas a lembrança do que você já foi MINHA AMADA RIO BONITO.

Alex Hudson
(27/11/2011)